Idealizador da bicicleta de bambu apoia atleta com diabetes

Bambucicleta e 'sua' medalha de finisher do IronMan Brasil 2011Depois de marcar presença no Ironman Brasil 2011, sendo conduzida pelo atleta Kener Assis, a bambucicleta já tem presença confirmada na Copa Light de Ciclismo. O próprio Kener garante que vai usar o modelo na prova contra-relógio. Mas você sabe de onde vem a bambucicleta? Quem conta a história é Flávio Deslandes, seu criador:

“Tudo começou quando estudava desenho industrial na PUC-Rio, em 1994. Recebi uma bolsa de pesquisa científica para fazer pesquisa com bambu. Buscava trabalhar com algo que me fizesse estar bem com a minha consciência e que me fizesse sentir que estaria contribuindo para um mundo melhor. Pensava como os produtos que produzimos poderiam ser feitos de uma forma mais sustentável e inteligente. Ter os olhos abertos para o ciclo de vida completo de um produto era uma coisa fundamental para os meus estudos.

A questão “qualidade de vida” era um conceito que eu considerava estar ligado diretamente com o que eu iria fazer. Fui atraído também pelo desafio de querer desenvolver algo avançado com um material natural que até então não tinha lá uma reputação muito boa. Era considerado “barato e fraco”. Lembro que as pessoas duvidavam do projeto até ver o primeiro protótipo funcionar. Bem, e por aí foi.

Me formei, continuei o projeto e depois de me mudar para a Dinamarca comecei a produzir e comercializar aqui e a desenvolver novos modelos. O primeiro contato com o Kener foi em 2006, quando eu recebi um email dele perguntando se eu teria alguma bike de triathlon. Na época eu não tinha, só fazia citybikes.

Passou um tempo e no ano passado o Léo Sava, da Foco3, me pilhou a fazer um quadro TT para um competidor que ele patrocinava. Fiz duas versões e na segunda o peso era 900g. Por algum motivo, o atleta que iria usar não estava competindo. Um mês antes do Ironman Brasil – que eu nem sabia que estava acontecendo – eu lembrei do Kener e mandei um email pra ele dizendo que tinha um quadro TT de bambu.

Começamos a nos corresponder por email de novo. Ao mesmo tempo eu perguntei ao Léo Sava se ele conhecia o Kener. Ele falou que sim e só então fiquei sabendo que ele era diabético. Ele nunca havia mencionado isso. Sei o quanto é difícil a questão da diabetes, há casos na minha família, e o Kener estava, literalmente, ‘atropelando-a’. Já não havia como eu ficar fora deste projeto. Tinha que apoiá-lo. Ele estava ali correndo por qualidade de vida, que é um conceito que tem tudo a ver com o meu projeto também. Não importava se ele seria o primeiro ou o último a chegar. O que importava eram suas motivações.

Apesar das limitações que a diabetes impunha, o Kener estava ali com garra, correndo atrás de uma qualidade melhor de vida, motivando e dando bom exemplo a outros. Então enviei o quadro duas semanas antes do Iron e uma semana antes ele já estava pedalando nela. Eu sabia que mais cedo ou mais tarde eu faria uma bike pra competição e não esperava que fosse tão gratificante estar envolvido em um evento em que o homem tenta superar a si próprio, desafiando seus limites e em contato com a natureza.

Acredito que todos deveriam utilizar uma bicicleta de bambu no Ironman. A bicicleta é uma ferramenta, um prolongamento do nosso corpo, coisa que um material natural como o bambu cumpre muito melhor. O nosso corpo tem uma interface muito mais harmônica com materiais naturais. Ironman e meio ambiente se combinam, e utilizando o bambu este conceito se torna mais completo.

No momento, eventuais encomendas que surgirem de um quadro TT em bambu serão feitas aqui na Dinamarca onde estou situado. Em setembro estarei no Brasil construindo quadros de bambu e implementando uma produção local de alguns modelos, inclusive uma MTB em bambu. Na página do Facebook “Bambucicletas” há mais informações. Se preferir acesse flaviodeslandes.com e bambucicletas.com.”

Site da notícia original: http://boratreinar.com.br/?p=1211

Site para saber mais sobre a bicicleta: http://www.flaviodeslandes.com/ e http://www.bambucicletas.com

Share