xTerra: Mineiro supera diabetes e faz história no XTERRA

henrique_eustaquioTodos os desafios XTERRA reunidos em uma única história. Assim pode ser descrita a trajetória de Henrique Eustáquio. Mineiro de Belo Horizonte, irá completar 8 provas XTERRA em 2016.Este ano já participou de Ibitipoca, Paraty e agora vai rumo à Estrada Real.

Entre treinos e aprendizados, Henrique também lida com dificuldades fisiológicas, possui diabetes desde os 20 anos, que para ele são motivos de desafios e superações. Confira um pouco mais da vida do mineiro, que já completou 50K em Estrada Real e agora parte rumo a mais um desafio: Duathlon!

Como você conheceu o XTERRA Brazil?

Após ter terminado um treino na Lagoa da Pampulha com um amigo e após uma conversa rápida sobre corridas ele falou sobre o Circuito XTERRA. Quando cheguei em casa pesquisei sobre as corridas, gostei das modalidades e desde então as provas do XTERRA sempre estão no meu calendário anual.

Você já praticava esportes antes de disputar as edições do evento?

Sim. Pratico esportes desde criança, antes de iniciar com a corrida praticava futebol e tênis. E até com esse andamento durante a vida de esportes e atividade física, hoje sou formado em Educação Física pela PUC.

Qual a maior dificuldade para completar um percurso do XTERRA?

XTERRA sempre teve provas de resistência e estratégia, assim o tempo todo o corpo e mente do corredor são testados e desafiados. Pra vencer minhas limitações fisiológicas (como oscilações na glicemia por ser diabético a 9 anos) constitui o maior desafio. Devo lembrar, também, que fatores externos como terrenos acidentados, temperaturas muito altas ou muito baixas, umidade desfavorável e até chuva em muitas provas foram barreiras a serem superadas para vencer um percurso XTERRA.

De que forma o XTERRA Brazil mudou sua vida?

Sempre vou guardar cada momento e cada passo, após ter conseguido superar os meus próprios limites, a emoção de cruzar a linha de chegada e ter completado cada prova com grande exigência como o XTERRA.
Entre planos, subidas e descidas, entre terrenos acidentados, nas montanhas e no asfalto das ruas, me permitiu conhecer ainda mais nosso país e ter respeito pela fauna e flora, também venho acrescentar o controle do diabetes que com uma boa saúde,  você desempenha com mais segurança  a realização da prática esportiva e também não posso deixar de lado as lindas histórias  que aprendemos  e que nos ajudam a viver ainda mais com muita dedicação, esperança, força e coragem para grandes vitórias da vida.

Como está sendo participar de várias etapas do circuito 2016?

Está sendo sensacional porque as competições são realizadas em lugares com grandes desafios e oferecem a oportunidade de conhecer cenários culturais e paisagísticos diversos, atrativos turísticos, entre outros.

Qual a expectativa de correr duas provas no mesmo dia, sendo uma no formato revezamento?

Desde o começo do ano tinha colocado como meta realizar as provas de Duathlon de Revezamento e Half Night Run.

Gosto de provas com grandes desafios, como Tiradentes que já corri três anos consecutivos e em setembro completarei meu quarto ano, posso dizer que é minha casa em provas Cross Contry e dentro da etapa de 2014 corri Endurance 50K que foi um grande obstáculo. Assim por causa do estímulo em superar um desafio resolvi fazer duas provas no mesmo dia.

O revezamento farei com um amigo que também tem Diabetes Mellitus Tipo 1 –  pois, ele ficará responsável por pedalar e eu realizarei a parte de corrida.

Provas já realizadas:

XTERRA Etapa Estrada Real Tiradentes Night Run – MG – 19K

XTERRA Etapa Estrada Real Tiradentes Night Run – MG – 21K

XTERRA Etapa Estrada Real Tiradentes Endurance – MG – 50K

XTERRA Etapa Mineração Ouro Preto Trail Run – MG – 23K

XTERRA Etapa Ibitipoca Half Trail Run – MG – 23K

XTERRA Etapa Paraty Half Trail Run – RJ – 21K


Clique aqui para ver a notícia original.

Share